Arquidiocese de Luanda suspende padre José Macaia por contrair matrimónio

Avatar By Redacao Jul 11, 2024
Arquidiocese de Luanda suspende padre José Macaia por contrair matrimónio

A Arquidiocese de Luanda anunciou a suspensão do padre José Domingos Macaia por violação da lei eclesiástica da Igreja Católica. A medida foi tomada após o padre contrair, às escondidas, matrimónio civil com uma estudante da Universidade Privada de Angola (UPRA), Gabriela Belo, com quem tem dois filhos, soube o Imparcial Press.

A suspensão “Latae Sententiae” foi formalizada pelo Arcebispo de Luanda, dom Filomeno do Nascimento Vieira Dias, através do decreto número CH./D.SUSP./0050/24, datado de 9 de Maio de 2024.

O documento, em posse do Imparcial Press, determina que o padre José Domingos Macaia, colocado no Pároco de São José Operário – Mabor, está impedido de exercer o “ministério presbiteral e quaisquer encargos eclesiásticos, incluindo o direito à residência canónica”.

Dom Filomeno destacou na declaração que o discipulado exige compromisso e fidelidade, especialmente dos Ministros Ordenados. “Acções que atentam contra a comunhão com Deus e com a Igreja são graves transgressões. O padre Macaia, incardinado na Arquidiocese de Luanda, violou o can. 1394, §1, do Código de Direito Canónico ao contrair matrimónio civil”, enfatizou.

A Arquidiocese, ao avaliar as provas contundentes apresentadas, considerou as acções do padre como uma grave violação dos princípios eclesiásticos, causando escândalo e incompatibilidade com o seu estado clerical. Para reparar o dano e restabelecer a justiça, em conformidade com o can. 1399 do Código Canónico, foi decidida a suspensão imediata do padre.

Durante o período de suspensão, será preparado o processo de “redução ao estado laical” de José Macaia. O decreto especifica que o mesmo está privado de exercer o poder da Ordem e não possui jurisdição para presidir ou administrar qualquer sacramento ou sacramental.

Este decreto entrou em vigor imediatamente em 9 de maio de 2024, com efeitos retroactivos à data do acto culposo. A decisão foi registada na Cúria Arquidiocesana e devidamente comunicada ao sacerdote envolvido.

De realçar que, segundo informações, o relacionamento entre o padre José Domingos Macaia e a jovem Gabriela começou em 2018. Fruto deste relacionamento, nasceu o pequeno Manuel Vicente Macaia, que, por sinal, é xará do antigo vice-presidente da República, Manuel Vicente, seu antigo chefe. Macaia foi assessor, director espiritual e psicólogo de Manuel Vicente.

O padre Domingos Macaia casou-se clandestinamente no civil com Gabriela Belo no dia 24 de novembro de 2022. A cerimónia ocorreu numa residência no Nova Vida, nº 63, logo à entrada da rua do Banco BAI. O padre Macaia teve de mobilizar o conservador Yuri Alexandre José Cortez para a realização do acto. In Imparcial Press