Escritor angolano solicita apoio ao Ministério da Cultura para buscar o prêmio FOX USA 2024 em Nova Iorque

Avatar By Redacao Jul 10, 2024
Escritor angolano Nituecheni

O escritor angolano Nituecheni Africano, nome literário de Eugénio Afonso Gaspar, conquistou recentemente o prestigiado prémio “FOX USA 2024”, tornando-se o primeiro autor do continente africano a alcançar tal distinção nos Estados Unidos. A cerimónia de premiação está marcada para agosto em Nova Iorque, mas o autor enfrenta desafios logísticos para comparecer ao evento.

Nituecheni Africano, que recebeu o prémio em junho, solicitou apoio do Ministério da Cultura e de empresas privadas, tanto em Angola quanto no estrangeiro, para cobrir as despesas relacionadas com a sua estadia temporária em Nova Iorque. Apesar de a organização do evento ter providenciado o bilhete de passagem a partir de Lisboa, o escritor ainda precisa de suporte financeiro adicional para garantir a sua presença na gala.

O prémio inclui um montante de 16 mil dólares e 2 mil exemplares do seu romance policial, “O Recluso: o princípio e o fim de uma injustiça”. A obra aborda a história de um advogado envolvido em um caso de grande repercussão em África, especificamente em Angola, onde a justiça enfrenta desafios relacionados com o tráfico de influências, abuso de poder e branqueamento de capitais. O protagonista destaca-se como defensor dos direitos humanos e enfrenta uma batalha pela verdade durante o julgamento.

Com 33 anos, Nituecheni Africano, natural da província do Huambo, é um dos escritores contemporâneos mais notáveis da literatura africana. Formado em Informática e Administração de Empresas, já publicou cinco obras, incluindo “O Prisioneiro do Amor”, “O Vencedor dos Pães Ázimos”, “O Imigrante das Web e as Suas Tolices” e “A Bíblia Sagrada: O Regresso dos Anjos”. O autor já foi agraciado com vários prémios nacionais e internacionais, consolidando sua posição na cena literária global.