Inflação em Angola acelerou para 30,16% em maio, o maior registo em sete anos

Avatar By Redacao Jun 13, 2024
Inflação em Angola acelerou para 30,16% em maio, o maior registo em sete anos

A inflação em Angola acelerou em maio para 30,16%, o maior registo desde junho de 2017, altura em que se situava em 31,89%, registando um aumento de 2,49% em termos mensais, segundo dados oficiais.

Segundo o Índice de Preços no Consumidor Nacional (IPCN) de maio de 2024, elaborado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) angolano e consultado hoje pela Lusa, a variação homóloga situou-se em 30,16%, registando um acréscimo de 19,54 pontos percentuais em relação à observada em igual período do ano anterior (maio de 2023).

Moxico (3,00%), Luanda (2,96%) e Benguela (2,51%) foram as províncias angolanas que registaram maior variação nos preços em maio, sendo que Huambo (1,26%), Lunda Norte (1,50%) e Cuanza Sul e Lunda Sul com 1,56% registaram menor variação.

A classe “transportes” foi a que registou o maior aumento mensal de preços, com uma variação de 11,23%. Destacam-se também os aumentos dos preços verificados nas classes: “saúde” com 3,23%, “vestuário e calçado” com 2,84% e “bens e serviços diversos” com 2,66%.

Em termos homólogos, a inflação em Luanda disparou para 41,58%, registando um acréscimo de 31,25 pontos percentuais em relação à observada em igual período do ano anterior. In Lusa