Mais de 100 mil trabalhadores podem ficar sem pensões, alerta a Segurança Social

Avatar By Redacao Mar 31, 2024
Mais de 100 mil trabalhadores podem ficar sem pensões, alerta a Segurança Social

O Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) alertou que 106 mil trabalhadores no Huambo correm o risco de ficar sem as suas pensões de reforma, caso as empresas onde trabalham não regularizem as dívidas.

De acordo com o chefe dos Serviços Provinciais do INSS no Huambo, Afonso Chiwale, actualmente mais de 1.614 empresas, na província, devem ao instituto mais de 700 milhões de kwanzas. Estas empresas foram notificadas e apenas 308 reagiram positivamente. Algumas fizeram o pagamento e outras solicitaram um acordo que permita pagar de forma parcelar a divida.

Afonso Chiwale entende que caso o INSS não resgate estes valores, os trabalhadores não terão acesso aos benefícios da reforma nas variadas vertentes, como abono de velhice, pensão antecipada e pensão de reforma extraordinária.

A maior parte das empresas devedoras exerce actividades na hotelaria, comércio, construção civil, madeireiras, mineiras, entre outras.