General Sá Miranda eleito presidente do 1º de Agosto

Avatar By Redacao Mar 31, 2024
General Sá Miranda eleito presidente do 1º de Agosto

Com uma maioria de 85,5 por cento, o general Gouveia de Sá Miranda, candidato da Lista B, foi eleito sábado, o nono presidente de direcção do 1º de Agosto, com 2341 votos a favor, para o quadriénio 2024-2028, contra 388 do candidato da Lista A, Egas Viegas.

General do Exército teve 85,5 por cento dos votos a favor contra 14,5 do concorrente Egas Viegas © Fotografia por: Agostinho Narciso |Edições Novembro
O novo presidente substitui o general Carlos Hendrick nos destinos do emblema militar, num pleito marcado pelas ausências do concorrente Egas Viegas, que manifestou a desistência por via das redes sociais, e de Carlos Hendrick desistente durante o percurso, em representação da Lista C.

A Comissão Eleitoral presidida por Pedro Neto, coadjuvado pelo secretário Paulo Madeira e o escrutinador N’gouabi Salvador, deram início ao processo como inicialmente marcado às 9h00 e término às 15h00, no Pavilhão Paulo Bunze, situado na Cidade Desportiva do clube militar.

No pleito, a Comissão Eleitoral registrou 28 votos em branco, 15 nulos, zero reclamações, tendo 2740 válidos. O presidente da Comissão Eleitoral, Pedro Neto, anunciou os resultados das Eleições cuja duração foi de seis horas.

“Pelos resultados apresentados, a Comissão Eleitoral proclama vencedor o candidato da Lista B, Gouveia João de Sá Miranda”, confirmou. Os sócios votantes foram essencialmente militares que ocorreram nas urnas por transportes privados, autocarros e viaturas das diferentes unidades. Gouveia de Sá Miranda manifestou a sua satisfação por se tornar no próximo presidente de direcção do clube rubro-negro.

“O momento de hoje é de alegria. Somos os vencedores. A nossa maior preocupação foi o lema utilizado no encerramento da nossa campanha ‘saber ganhar’. Esse saber ganhar tem de ser permanente e é com trabalho”, salientou.

O novo líder da nação agostina destaca a forma que vai adoptar para inverter o actual momento económico vivenciado na agremiação.

“Vamos esticar a mão. Sujar os sapatos. Temos de fortalecer o respeito ao sócio, ao amigo do clube. Cumprir aquilo que defende a Lista B,’unir, renovar e fortalecer, rumo às vitórias. Isto não é para campanha, mas para a continuidade, desenvolvimento e potencialização do clube”, disse.

A campanha eleitoral iniciou no passado dia 27 de Março com a entrega das listas dos candidatos.

O novo presidente do 1º de Agosto toma posse a 8 de Abril, na sede do clube militar. Sá Miranda herdou um passivo financeiro avaliado em mais de 15 mil milhões de kwanzas, segundo os dados avançados na última Assembleia.

História do clube

Fundado a 1 de Agosto de 1977, primeiro no período pós-Independência, o emblema angolano conta com 47 anos de história. Aquando da criação, Santana André Pitra “Petroff” foi indigitado como primeiro presidente (1977-1979).

Mais tarde, Pedro de Castro Van-Dúnem “Loy” (1979-1982), Henriques Teles Carreira “Iko” (1982 – 1988), Justino Fernandes (1988 – 1993), Mário Jorge Mello Xavier (1993 – 1999), Pedro Neto (1999 – 2007), Raul Hendric (2007-2011) e Carlos Hendrick (2011-2024) assumiram o cadeirão máximo.

Desde a origem, o emblema angolano assume-se forte, dinâmico e mobilizador, com características ecléticas, e despertou logo o interesse de vários atletas, técnicos e dirigentes de referência para a prática do desporto de alta competição em várias modalidades.

Agostinho Neto, primeiro Presidente da República, é o número um da lista dos cinco sócios de ouro, ao lado de Henrique Teles Carreira “Iko”, João Luís Neto “Xietu”, António dos Santos França “Ndalu” e David António Moisés “Ndozi”.

Entre os primeiros sócios de ouro do Clube Central das Forças Armadas Angolanas, apenas dois, França Ndalu e Xietu estão vivos.

Futebol, basquetebol, andebol, atletismo, atletismo, de xadrez, natação, canoagem, tiro aos pratos, judo, taekwando, pesca desportiva, ténis e karaté são as modalidades movimentadas no clube, as três primeiras são tidas como coqueluche, por mais projectaram imagem do 1º de Agosto. Recentemente foi extinto o voleibol e hóquei em patins. JA

Ler também: Egas Viegas considera injustas eleições no 1.º de Agosto