Assassinato do tenente da Força Aérea Angolana levanta suspeitas entre companheiros de trincheira

Avatar By Redacao Mar 11, 2024
Força Aérea Angolana

Um oficial da Força Aérea Angolana, identificado por Salomão Paulino Manuel Sebastião de 33 anos de idade, promovido recentemente à patente de tenente, foi assassinado a tiro dentro da sua residência, na madrugada deste domingo, 10, na “zona verde”, no distrito do Benfica, município de Belas, em Luanda, por homens armados, até aqui não identificados.

Segundo os familiares, o crime aconteceu perto das 2h00, quando o malogrado e demais membros da sua família (esposa, filho e a sogra), foram surpreendidos por elementos armados com AKM-47, que após terem arrombado a porta da sala com disparos e outros objectos contundentes, procuraram saber onde se encontrava o militar Salomão Paulino.

Apercebendo-se que os presumíveis meliantes estavam a sua procura, a vítima procurou esconder-se num dos cantos da casa, pois de acordo com o testemunho dado a O Decreto pela sogra, ainda tentou dizer que a pessoa procurada não se encontrava em casa, “os meliantes não acreditaram e diziam que ele hoje não foi trabalhar, e que se encontrava em casa”.

A esposa relata que os homens armados vasculharam em todos os cantos da casa até que foi encontrado e efectuaram contra Salomão Paulino o primeiro disparo num dos braços, obrigando que o mesmo entregasse dinheiro e cartões multicaixas.

Os homens armados ainda agrediram a esposa e a sogra com catanas, e outros objectos, que causaram ferimentos à cabeça de ambas, quando tentavam impedir de Salomão Paulino, que também foi fiel da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD).

Os dois disparos atingiram as regiões do abdome e do tórax. Concluída a acção criminosa, os elementos retiraram-se do local e puseram em fuga. A vítima ainda foi socorrida para o Hospital Geral de Luanda, mas não resistiu aos ferimentos, onde acabou por sucumbir momentos depois.

Os familiares, que desconfiam de colegas do serviço, apelam às autoridades a investigarem o caso para que os “implicados sejam responsabilizados criminalmente”.

Salomão Paulino Manuel Sebastião nasceu a 14 de Julho de 1992, em Luanda e ingressou na Força Aérea Angolana (FAAN) em 2014.

Foi promovido recentemente ao grau de tenente e trabalhava na Região Aérea Norte, na Unidade de Apoio, na zona dos Congolenses, em Luanda.

O malogrado deixa esposa gestada de nove meses e um filho. O Decreto