Má gestão leva destituição do corpo directivo do ISCED-Luanda

Avatar By Redacao Mar 5, 2024
Má gestão leva destituição do corpo directivo do ISCED-Luanda

A má gestão financeira está entre as causas da destituição do órgão de gestão do Instituto Superior de Ciências, da Educação de Luanda (ISCED-Luanda). Até à próxima eleição, a instituição vai ser dirigida por uma comissão de gestão indicada pela ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação.

Segundo a ministra do MESCTI, os membros do órgão de gestão do Instituto Superior de Ciências, da Educação de Luanda (ISCED-Luanda), dirigido por Zavoni Ntondo, foram destituídos “por falta de transparência na gestão do erário público”.

Terminado o inquérito, a tutela garantiu, de acordo com ofício n.º 189/2024 do gabinete da ministra, que foram detectadas provas bastantes para se concluir que no ISCED-Luanda há falta de transparência na gestão do erário público, bem como prática de actos de improbidade pública por parte dos membros da direcção e da secretária-geral da instituição.

Foi em 2022 que os onze reitores das universidades públicas e os gestores de 15 institutos superiores deixaram de ser nomeados pelo Presidente da República e passaram a ser eleitos. No entanto, enquanto não forem realizadas eleições, a instituição será dirigida por uma comissão de gestão a ser nomeada pela tutela. CK