Huíla: Detida técnica financeira do Instituto Superior Politécnico Independente acusada de desviar mais de 80 milhões de kz da instituição

Avatar By Redacao Mar 4, 2024

Uma funcionária da área financeira do Instituto Superior Politécnico Independente da Huila foi detida, acusada de desviar mais de 80 milhões de kwanzas do caixa da instituição.

A trabalhadora, segundo as autoridades, usava o sistema de pagamento de propinas do ISPI, a que ela tinha acesso, e de forma fraudulenta subtraía os valores da conta bancária do ISPI.

Neste esquema, a detida não trabalhava sozinha pois estão envolvidos neste crime mais três dos seus colegas que se encontram em fuga até ao momento.

A detenção decorreu na via pública, neste fim-de-semana, após ter sido interpelada pela polícia durante a operação bafómetro e depois de os agentes verificarem que a condutora era a mulher que estava foragida da justiça há meses.

A acusada estava foragida desde o início do ano passado, data em que a direcção da instituição se apercebeu do desvio de mais de 80 milhões de kwanzas.

Depois de descobrir o esquema fraudulento, a instituição fez uma participação às autoridades e a Procuradoria- Geral da República junto do Serviço de Investigação Criminal (SIC) emitiu um mandato de captura dos trabalhadores acusados.

A primeira integrante do grupo detida será encaminhada para o juiz de garantia, respondendo pelos crimes de abuso de confiança, infidelidade e associação criminosa. Quanto aos valores roubados, ainda não se sabe ao certo o seu destino. NJ