Viana: Coordenador da comissão de moradores do Zango 4 acusado de extorquir dois milhões de kz a um homem que queria adquirir terreno na zona

Avatar By Redacao Fev 29, 2024
Coordenador da comissão de moradores do Zango 4 acusado de extorquir

O coordenador da comissão dos moradores do Zango 4, no município de Viana, está a ser acusado de extorquir dois milhões de kwanzas um homem que queria adquirir um terreno que se encontra na rua das casas amarelas.

O homem foi detido na tarde desta quarta-feira pela Polícia Nacional (PN), numa operação em que também foi possível deter dois dos seus comparsas, no bairro Ilha Seca, de acordo com a direcção do Comando Provincial de Luanda.

Tudo começou quando o lesado contactou a administração do distrito urbano do Zango com a intenção de construir duas residências naquela zona, mas o coordenador não gostou da ideia, e, para encobrir os seus interesses pessoais, disse de imediato que os moradores do bairro “são contra a construção de casas no local”.

Quando o homem visitou o espaço para depois da compra começar as obras, segundo a PN, foi de logo interpelado pelos moradores. Face a esta situação, ele foi falar com o coordenador, pedindo-lhe que convencesse os munícipes a mudarem de ideias, dizendo-lhes que seria erguido no espaço um centro social.

Em troca, o coordenador da comissão de moradores do Zango 4 exigiu dois milhões de kwanzas.

Depois de a vítima conseguir o dinheiro, comunicou-lhe para se encontrarem num sítio para entregar o dinheiro. Porém, o lesado havia de igual modo informado a administração distrital sobre a situação que se estava a passar.

Tão logo a administração do Zango se apercebeu do caso, fez uma participação à polícia, que, de imediato, seguiu o homem que estava a ir ao encontro do coordenador e este foi apanhado em flagrante a receber os valores, na primeira paragem do Zango-3, na via pública.

O coordenador e os seus comparsas foram conduzidos para a esquadra do Zango-3 (Capapinha), onde serão presentes ao juiz de garantia. NJ