Jovem de 22 abandona bebé na ilha de Luanda, à beira-mar – Até agora, não se sabe se a criança foi arrastada pelas ondas ou se foi levada por um desconhecido

Avatar By Redacao Fev 20, 2024
Uma jovem de 22 anos abandonou a sua filha de cinco mesesUma jovem de 22 anos abandonou a sua filha de cinco mesesUma jovem de 22 anos abandonou a sua filha de cinco meses

Uma jovem de 22 anos abandonou a sua filha de cinco meses na ilha de Luanda, e, até ao momento, não se sabe ao certo se a bebé foi arrastada pelas águas do mar ou se foi levada por um desconhecido.

As autoridades policiais estão a trabalhar no caso para localizar a criança, de acordo com o porta-voz do Comando Provincial de Luanda da Polícia Nacional (PN), Nestor Goubel.

A autora, que alega ter feito o que fez por não ter condições financeiras para cuidar da criança, foi detida neste fim-de-semana pela Direcção de Investigação de Ilícitos Penais (DIIP), do município de Luanda, após os familiares terem feito uma denúncia à polícia.

Questionada pela PN sobre a razão que a fez abandonar a sua filha naquele local, ela disse que “não tem condições financeiras para cuidar da criança e o pai do bebé não dá assistência à filha mesmo vivendo juntos”.

O trágico cenário, segundo a PN, ocorreu no dia 14 deste mês quando a jovem, que reside na Chicala 2, se despediu do marido, dizendo que iria até à casa da avó, na ilha, para ir buscar os outros dois filhos que lá estavam, mas não chegou ao seu destino.

Conta a PN que a jovem se dirigiu à casa de uma tia, nos arredores da ilha, onde tem um estabelecimento comercial, e lá passou o dia a conviver com os familiares. No final do dia, após o convívio, a acusada saiu da casa da tia, foi até à praia, colocou a bebé perto da água e foi-se embora.

Após ter chegado a casa, o marido questionou-a sobre o paradeiro da criança. Ela terá mentido, dizendo que a “deixou com os familiares”, mas o homem descobriu que a sua filha não estava com a família da mulher depois de ter feito uma ligação para casa dos parentes da esposa.

O pai da criança confrontou a mulher sobre o verdadeiro paradeiro da menor e só assim é que ela contou que abandonou a filha na ilha de Luanda, à beira-mar.

Ao aperceber-se da situação, o individuo foi de imediato fazer uma participação na polícia, que, com os dados recebidos, colocou uma equipa de agentes policiais em acção para localizar a bebé e apurar o que de facto aconteceu. NJ