Polícia detém camponeses colocadas em liberdade que denunciaram apropriação das suas terras

Avatar By Redacao Dez 23, 2023
Camponeses em liberdadeCamponeses em liberdadeCamponeses em liberdade

A polícia angolana deteve esta sexta-feira, 22, seis das quinze camponeses detidas e soltas na última semana, acusadas de impedirem as obras de vedação de terrenos que dizem ser sua propriedade, no Município do Talatona, mas que foram supostamente usurpadas pelos oficiais da Polícia Nacional.

As 15 mulheres e oito homens tinham sido mantidas na Esquadra da Polícia da Vila Kiaxi onde foram novamente encaminhados as seis detidas pelas mesmas acusações.

Em entrevista à O Decreto, Daniel Neto, diretor-geral da empresa Konda Marta, garante que alguns dos detidos são detentores de terrenos na zona do 11 de Novembro, no distrito urbano da Cidade Universitária, em Luanda.

Daniel Neto, que é também tenente-coronel das Forças Armadas Angolanas (FAA), acusa o ministro do Interior, Eugenio Laborinho e o comandante da Polícia em Luanda, de estarem por trás das detenções.

O Decreto tentou o contato com o ministro do Interior, Eugénio Laborinho, mas sem sucesso.

Entretanto, sem gravar entrevista, o comandante provincial da Polícia Nacional de Angola (PNA), em Luanda, comissário-chefe, Francisco Monteiro Ribas da Silva, negou as acusações. O Decreto