General Furtado quer candidato oriundo da UNITA no 1.º de Agosto

Avatar By Redacao Nov 13, 2023
General Furtado quer candidato oriundo da UNITA no 1.º de AgostoGeneral FurtadoGeneral Furtado quer candidato oriundo da UNITA no 1.º de Agosto

Francisco Pereira Furtado, o Ministro de Estado e Chefe da Casa Militar da Presidência da República, é mencionado em círculos do regime como estando a exercer influência junto do novo CEMGFAA, General Altino Carlos dos Santos, para a escolha de um candidato para as próximas eleições presidenciais do Clube Desportivo 1.º de Agosto, que seja um oficial general oriundo da UNITA.

O Clube Desportivo Primeiro de Agosto, também conhecido como 1.º de Agosto, realizará as eleições no próximo dia 18 de novembro. Por inerência de funções, o CEMGFAA, General Altino Carlos dos Santos, é o Presidente da Assembleia.

De acordo com apurações, o General Francisco Furtado, apesar de não fazer parte da estrutura de direção do clube militar, está a empenhar esforços para apoiar um candidato oriundo das extintas Forças Armadas de Libertação de Angola (FALA), para substituir Carlos Alberto Hendrick Vaal da Silva, que concorre a sua própria sucessão.

Apesar de não haver problemas em ter no 1.º de Agosto um futuro presidente que tenha passado por um dos antigos movimentos de libertação adversários do MPLA, fontes que acompanham o tema suspeitam que a provável intenção do Chefe da Casa Militar pode se enquadrar nos seus esforços políticos de ajudar na reabilitação política da imagem de João Lourenço. Impondo no Primeiro de Agosto um Presidente com passagem pela UNITA, ajuda a igualar-se a José Eduardo dos Santos, que depois do alcance da Paz nomeou militares e embaixadores provenientes da UNITA, expressando a magnitude do líder.

O General Francisco Pereira Furtado foi o antigo vice-presidente para o futebol do 1º de Agosto, razão pela qual conhece bem o clube. No início do ano passado, tentou em vão se aproximar do então chefe do EMGFAA, General António Egídio de Sousa Santos “Disciplina”, para apoiar um candidato, neste caso, o General Gouveia João de Sá Miranda, para substituir Carlos Alberto Hendrick Vaal da Silva.

A cobiça registrada pelo controle do “1º de Agosto” está associada ao patrimônio do clube que, na visão de alguns observadores em Luanda, pode ser propício para “eventuais privatizações ou projetos imobiliários para sobrefaturação ao Estado.” O clube dos militares conta na sua lista patrimonial com um pavilhão do Rio Seco “Codem” e o Clube de Caçadores no Bairro Miramar, em Luanda. Club k