Sobre o julgamento dos activistas foram dois anos e cinco meses – Hélder Chihuto

Avatar By Redacao Set 21, 2023

Pensamos que o GPL agiu inteligentemente em negociar com os motoqueiros, quanto aos activistas condenados, em nosso entender, não havia elementos que pudessem preencher o crime de Resistência Contra Funcionários, sentimos, que esforçou-se este crime, com intuito de se agravar a pena e consequentemente se conduzir os réus a cadeia, pois, o oficial da polícia que lavrou o auto de notícia, em declarações, em nenhuma circunstância, fez saber que os activistas apresentar algum sinal de violência contra aqueles, logo, não se pode falar de resistência. 

Caso queira o advogado de defesa, estamos solidariamente disponível em juntar as sinergias no âmbito da interposição do Recurso em sede de segunda instância, pois, temos plena convicção que, na instância do Recurso, será afastado no mínimo o Crime de Resistência e com isso, serão absolvidos os réus.

É possível reverter o caso em segunda instância, e nós cremos nisso.