Huambo: Pai acorrenta o filho durante 3 anos por considerar um perigo a sociedade – O cidadão já está detido

Avatar By Redacao Jul 12, 2023
O triste acto foi protagonizado por cidadãos de 69 anos, com autora moral da sua esposa de 62 anos e do filho de 29 anos. Facto teve lugar na comuna da Calenga, município da Caála, província do Huambo, que durante 3 anos, o jovem de 23 anos, esteve em cárcere privado, por este supostamente ter praticado roubo a bens alheios.
De acordo à RNA, o cidadão, está agora detido após denúncia de familiares e autoridades tradicionais. Segundo testemunhas, o pai ameaçava a vizinhança, daí o silêncio sepulcral diante deste facto que atropela de forma literal os direitos humanos, a título de exemplo os 11 Compromissos da Criança, abraçados pelo Estado Angolano.
Questionado pelos efectivos da Polícia Nacional, o cidadão alegou que o filho constituía um perigo devido roubo constante. Alegações que foram contrariadas pelos vizinhos e outros membros da família que temiam represálias em caso de denúncia.
Na manhã de Domingo, 9 de Julho, o principal autor (pai) foi surpreendido em um dos templos quando ouvia a palavra anunciada pelo Evangelho. As correntes penetraram o corpo do adolescente à medida em que o tempo ia passando e as carrega com mágoa e dor ao saber que seus autores o trouxeram para este mundo, adquirindo o título de pais pela sua existência e demais irmãos.
O trio de malfeitores está sobre às grades e em breve será presente ao Ministério Público para o andamento do processo com relevância penal, ferindo na sua plenitude o artigo 168° do Código Penal. De acordo com cultores do Direito Penal, a ilegalidade é susceptível de uma prisão de 5 anos, já que a lei e a consciência do juiz falarão mais alto diante desta barbaridade que faz soltar uma gota de lágrima a qualquer ser humano.