Jovem é assassinado com tiro na cabeça após sair de casa para marcar pré-defesa

Avatar By Redacao Jul 11, 2023


Venceslau Amaro Guilherme, de 27 anos de idade, saiu de casa por volta das 09h de segunda-feira, 03, despediu a irmã que iria para universidade fazer a pré-defesa, mas posto lá o professor não apareceu, na companhia do seu colega, identificado por Tupac, começaram a fazer uso de álcool ainda nas imediações da universidade, posteriormente foram em direcção ao Luanda – Sul, na zona dos Quatro Campos, onde deram sequência à bebedeira com mais três colegas.

De acordo o Jornal Na Mira do Crime, “Bebucho”, como era chamado, estava muito embriagado, pelo que Tupac entendeu tirar-lhe os telemóveis e o trabalho do fim de curso para os guardar.
Em seguida, Tupac que se fazia transportar por uma motorizada, levou dois dos seus colegas às imediações da Caop, deixando para trás Venceslau Guilherme, mas com a intenção de voltar para buscá-lo.
Quando Tupac regressou não encontrou o colega. De acordo com informações de Admiro Amaro Guilherme, irmão do falecido, “Tupac regressou e ficou muito preocupado porque não encontrou o Venceslau, nós confirmamos isso por intermédio das câmaras de vigilância, mas ele só soube do desaparecimento na quarta-feira, 05, quando o confrontamos e alegou que o Venceslau estava com a família”.
Buscas foram realizadas e foi encontrado na morgue do Maria Pia, com hematomas no corpo e uma perfuração de tiro na cabeça, até porque os registos hospitalares confirmam que se trata de tiro, os colegas foram ouvidos pela polícia e a situação é do domínio do Comando Provincial de Luanda, que prossegue com a investigação.
Venceslau Amaro Guilherme era finalista do curso de Economia, pela Universidade Jean Piaget, e funcionário do Supermercado Arreiou Kilamba.