Cinco pescadores morreram após naufrágio da embarcação em que seguiam, quatro continuam desaparecidos

Avatar By Redacao Jun 24, 2023

Namibe -As autoridades marítimas na província do Namibe procederam ao resgate, esta quinta-feira, 22, dos corpos de cinco pescadores que estavam desaparecidos desde o dia 20, na consequência do naufrágio de uma embarcação de pesca artesanal que se fez ao mar com 13 homens a bordo. Destes 13, quatro foram resgatados com vida, cinco já cadáveres, e outros quatro continuam desaparecidos.

Segundo o Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB), a embarcação artesanal, do tipo chata, navegou numa zona de risco do mar do Namibe no dia 20. Conforme relatos das autoridades locais, os marinheiros foram surpreendidos por fortes ventos e ondas de alta magnitude que provocaram o naufrágio da embarcação.

Na terça-feira, após o pedido de socorro, quatro pescadores foram resgatados com vida enquanto oito estiveram desaparecidos. Esta quinta-feira, as autoridades encontraram já sem vida cinco dos oito marinheiros dados como desaparecidos.

Félix Domingos, porta-voz do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros, disse que as acções de busca para a localização das quatro vítimas desaparecidas continuam.

Entretanto, o Novo Jornal sabe que está não é a primeira vez que uma embarcação de pesca artesanal com marinheiros a bordo desaparece ou naufraga no mar daquele território.

Em 2021, cinco pescadores, que estavam a bordo de uma embarcação no alto mar do Tombwa, desapareceram e os seus corpos nunca foram encontrados. Em 2022, outros cinco pescadores desapareceram e resgatados dias depois com vida.

Já em 2018, seis pescadores que estavam desaparecidos, em alto-mar, há 21 dias, foram encontrados.

Por falta de meios de comunicação, os pescadores não conseguiram avisar as autoridades marítimas do ocorrido.

Na ocasião, as autoridades queixavam-se, também, de não ter meios “para poder acudir a esta situação” por terem uma embarcação no estaleiro no Lobito e outra com o motor avariado.