SIC detém nove cidadãos por crimes de roubos, furtos na via pública e atentado à integridade de restos mortais

Avatar By Redacao Mai 25, 2023


O Serviço de Investigação Criminal no Bengo, através do seu Departamento de Investigação Criminal destacado no Comando Municipal do Dande da Polícia Nacional, procedeu, nesta quarta-feira a detenção de 9 cidadãos nacionais, com idades compreendidas entre os 17 e os 27 anos, acusados na prática dos crimes de furto qualificado de uma carteira onde continha 40.000 Kzs, cartão multibanco e atentado contra integridade de restos mortais, previsto e punível no artigo 221 do Código Penal.
A informação foi avançada pelo Subinspector de investigação Criminal Miguel Correia porta-voz do SIC no Bengo, que disse que, dentre os detidos, o destaque vai para três cidadãos com idades compreendidas entre os 17 a 18 anos, acusados no crime de furto qualificado de uma carteira, onde continha uma quantia monetária em kwanzas, no valor de 40.000 e um cartão de débito ou garantia multicaixa, com o respectivo código, tendo os acusados retirado da conta da vítima, através de um TPA uma quantia monetária no valor de 300.000 kzs, cujo os factos terão ocorrido na madrugada do dia 19.05.23, quando a vitima de 51 anos de idade circulava nas imediações do cine teatro Caxito, momentos depois foi surpreendido por quatro elementos e começaram a agredir e de seguida subtraíram fraudulentamente uma carteira onde no seu interior continha um cartão multibanco com o respectivo código e documentos pessoais, bem como seis cidadãos acusados no crime de Atentado contra a integridade de restos mortais, previsto e punível pelo artigo 221do Código Penal, tendo os acusados retirado uma urna , com os restos mortais se um cidadão quando decorria o velório, os acusados levaram a urna sem a prévia autorização da família, circulando com a mesma nas ruas da cidade de Caxito.
Miguel Correia, disse que durante a operação realizada pelos especialistas do SIC, foi possível recuperar um telemóvel de marca Welwitcha de cor azul, da rede móvel Unitel em bom estado.
Os detidos serão presentes ao Ministério Público para ulteriores trâmites.