Unitel leva Isabel dos Santos a tribunal de Londres por dívida de 395 milhões de dólares

Avatar By Redacao Mai 24, 2023


Segundo publicou o jornal Angola 24 horas que, a operadora de telecomunicações angolana Unitel põe em tribunal holding de empresária angolana por incumprimento em empréstimo no total de 395 milhões de dólares.
A Unitel incluiu Isabel dos Santos num processo em tribunal. O processo decorre em Londres por causa do alegado incumprimento da holding da empresária angolana no valor de 395 milhões de dólares, refere nesta terça-feira a agência Bloomberg. Os advogados de Isabel dos Santos alegam que a empresária nunca morou na capital britânica apesar de ter lá uma propriedade.
São duas empresas diferentes apesar da semelhança dos nomes. A operadora acusa a Unitel International Holdings BV da empresária de incumprimento num empréstimo de 351 milhões de dólares e de um financiamento adicional de 44 milhões de dólares, refere a mesma agência noticiosa.
Isabel dos Santos foi adicionada ao processo “para que possa ser julgada por falhar nos deveres de administração e de enriquecimento injustificado“, refere os documentos depositados no tribunal. O advogado da empresária, Richard Hill, diz que Isabel dos Santos “não é parte interessada no processo”.
Os advogados de Isabel dos Santos argumentaram no entanto que a UNITEL é que é responsável pelo não pagamento das dívidas devido ao seu papel “na confiscação ilegal pelo estado angolano dos bens da UIH”.
A UNITEL nega que tenha tido qualquer papel nessa confiscação pelo estado angolano.
Em 2021 a Câmara Criminal do Tribunal Supremo de Angola ordenou o congelamento de contas bancárias e participações em diversas companhias controladas por Isabel dos Santos num valor total de mil milhões de dólares.
Assim, o tribunal ordenou o congelamento de 70% das participações da empresa de telecomunicações de Moçambique MSTAR, em que Isabel dos Santos “é beneficiária efectiva”; 100% das participações das empresas UNITEL T+, em Cabo Verde; e UNITEL STP, em São Tomé e Príncipe, em que a arguida é também “beneficiária efectiva”.
Outras empresas abrangidas pela ordem do tribunal são a EMBALVIDRO, em que o tribunal ordenou o congelamento de 100% das participações sociais e de todas as contas bancárias; 70% das participações na empresa UPSTAR Comunicação; e 100% das participações sociais nas empresas UNITEL International Honding e UNITEL International.
Os advogados de Isabel dos Santos disseram hoje ao tribunal de Londres que as alegações contra ela são parte de uma “conspiração política”.
Isabel dos Santos “nega veementemente que tenha violado qualquer dos seus deveres como directora” disse o seu advogado Richard Hill.
Não foi ainda marcada uma data para a decisão do juíz
Actualmente a residir no Dubai, Isabel dos Santos tem sido acusada de causar prejuízos de mais de cinco mil milhões de dólares à economia angolana. O país foi liderado por José Eduardo dos Santos durante 38 anos. Angola24horas