“Não há razão nenhuma que justifique um golpe de estado”, diz o PR João Lourenço

Avatar By Redacao Mai 10, 2023
A resposta veio após ser questionado pela France24 sobre o fim dos mandatos, o que poderia levar a decisões de mudar a Constituição para poder concorrer a um segundo mandato, dizendo então que não há razão para justificar um golpe de Estado.
“Não há razão nenhuma que justifique um golpe de estado. Absolutamente nenhuma. Portanto, se alguém não está a governar bem, os eleitores devem castigá-lo nas urnas. Aguardar que haja eleições e esse partido político, este candidato que se apresente para governar o país nos anos que se seguem às eleições se não está a governar bem, será penalizado.”
João Lourenço voltou a reforçar ao jornalista do France24 que nenhum argumento pode ser levantado a favor da necessidade de um golpe de Estado, dando esperanças de que em 2027 consiga falar melhor sobre o assunto.
“Repito e gostaria de sublinhar, que nada justifica, absolutamente nada, nenhum argumento pode surgir a favor da necessidade de se dar um golpe de estado. No caso concreto de Angola, eu penso que é cedo para se falar no assunto. Acabamos de sair das eleições agora. As próximas serão em 2027. A minha resposta está dada, se calhar podemos falar disso mais lá para 2027.”
Vale lembrar que em 2022, escritores e analistas angolanos previam que o mandato do Presidente, João Lourenço, seria bastante conturbado, principalmente por causa da insatisfação da população com a situação do país.