Cessar-Fogo fracassa no Sudão

Avatar By Redacao Abr 19, 2023
Os ataques aéreos e explosões atingiram esta quarta-feira, 19 de Abril, a capital do Sudão, provocando o fracasso do cessar-fogo de 24 horas, acordado entre o exército e as forças paramilitares, ao final de quatro dias de confrontos.
Vários bombardeamentos e detonações foram ouvidos esta manhã no centro de Cartum, junto ao Ministério da Defesa e do aeroporto, encerrado desde o início dos confrontos.
Ontem, pressionados pelos Estados Unidos, o exército leal ao General Abdel Fattah el Bourhan e as Forças de Reação Rápida (FSR) tinham concordado com um cessar-fogo de 24 horas, permitindo que a ajuda humanitária chegasse aos habitantes que continuam presos nos combates.
O cessar-fogo deveria ter iniciado terça-feira, a partir das 18 horas locais, mas os disparos continuaram entre os dois campos que se acusam mutuamente de não terem respeitado a trégua.
O alto comando do exército indicou que vai continuar as operações para garantir a segurança da capital e de outras regiões. A Cruz Vermelha Internacional também garante estar preparada para entrar em acção no terreno e instou as partes a permitirem que a assistência chegue aos civis.
Desde sábado que o Sudão está mergulhado em confrontos entre o exército nacional e as tropas paramilitares das Forças de Apoio Rápido, os combates já provocaram a morte a 200 pessoas.
A luta pelo poder colocou o general Abdel Fattah al-Burhan, comandante das forças armadas, contra o general Mohammed Hamdan Dagalo, chefe das Forças de Apoio Rápido, um grupo paramilitar, numa reviravolta face à organização conjunta de um golpe militar em Outubro de 2021.
Fonte: RFI