“Os Sonhos e as Frustrações da Geração da Paz” – Kota Mbwandja

Avatar By Redacao Abr 9, 2023
É, com certeza, uma parte interessante de Jovens angolanos de diferentes extractos sociais ( geração da paz) que de Abril/2002 a Abril/2023, completaram 21 anos de idade!
É, certamente, também, uma parte interessante de jovens angolanos ( geração da paz) que têm o dever e a obrigação de saber e compreender que , de Novembro/1975 à Novembro/2001, portanto, 26 anos de guerra civil, quase nada foi feito neste país, por ausência de Paz e de circulação de pessoas e bens!
Ora, chegados até aqui, creio que se afigura importante olharmos para os progressos e até retrocessos conseguidos e ou registados em 21 anos de paz, o único período fértil que se nos reservou, até a data, para governar e desenvolver a nossa Angola independente!
Uns dirão que 21 anos é tempo bastante e suficiente para oferecer uma suficiente vida melhor para todos os angolanos, de Cabinda ao Cunene, não obstante as assimetrias regionais herdadas em todo território nacional, em razão da guerra entre irmãos desavindos…outros dirão que é um tempo, ainda, insuficiente!
Bastante insuficiente!
Seja qual for a tendência da análise de cada jovem ( tempo suficiente ou ainda insuficiente), o importante, agora, é repensarmos de forma patriótica e responsável, quais as melhores opções para acelerarmos a nossa marcha comum de desenvolver angola, a fim de oferecermos a todos e a cada um de nós-angolanos, sem exceção, uma vida melhor, em tempo razoável, que seja aceite , democraticamente, por todos os filhos desta bela e rica Angola, especialmente a juventude!
Esta é a minha modesta contribuição para o debate saudável, perspectivado por alguns jovens e que saúdo.
Parabéns aos Jovens determinados a repensar Angola, com disciplina e educação!
– Paz e Desenvolvimento, SIM !
– Arruaça e Vandalismo, NÃO!
Estamos Juntos!