Kopelipa impedido de tratar da saúde no exterior

Avatar By Redacao Mar 31, 2023


Manuel Hélder Vieira Dias Júnior “Kopelipa”, vê-se impedido de deslocar-se ao exterior de Angola para receber assistência médica por pesar contra si, uma ordem interdição de saída do país.
Segundo apurou o Club-K, o antigo Chefe da Casa Militar de Angola, costumava fazer as suas consultas médicas numa clinica em Miami, nos EUA, depois de lhe ser diagnosticado dois cânceres, dentre os quais um no estômago. Nos últimos meses, o general viu a sua situação a agravar, agora afectando-lhe a visão.
Em 2022, esteve a ser assistido por três médicos cubanos, em Luanda, porém, há necessidade de ir ao exterior do país para exames mais avançados mas não pode devido as interdições judiciais aplicadas pela PGR.
Receando sobre um eventual agravamento do seu quadro clinico, são atribuídas ao general, orientações verbais transmitidas aos seus próximos , determinando que em caso de uma inesperada fatalidade, a família deve prescindir de qualquer ajuda ou honras militares provenientes do actual governo.
No ano passado, o General António José Maria, que foi o chefe da secreta Militar de José Eduardo dos Santos (JES), divulgou uma carta reconhecida pelo cartório declarando também que em caso de falecimento, a sua família de recusar igualmente quaisquer honras inerentes ao seu estatuto de oficial na reforma.
As declarações e testamentos de antigos generais poderosos do regime, foram acentuadas depois de alegas purgas jurídicas contra alguns oficiais leais a JES, por parte de João Lourenço.
Segundo apurações, muitos destes oficiais “perseguidos”, ficaram ressentidos quando entre 2021/2022, o regime teria criado impedimentos para o regresso a Espanha do antigo Presidente para retomar as suas consultas médicas. A versão vincada na altura, era de que o propósito era privar JES de assistência médica para deixa-lo morrer em Luanda, já que uma morte no exterior, resultaria em divergências com as filhas que se encontram no exílio, o que de facto aconteceu. Para além de impedido, de viajar JES, viu-se num quadro em que os seus subsídios foram cortados por algum tempo ao ponto de ficar desprovido de medicamentos. Entrou em depressão regressando a Barcelona depois de ter vazado a informação dos alegados “impedimentos” da viagem ao exterior.
Fonte: Club K