Seguidor de Jonas Savimbi é preso depois de divulgar vídeo em que pede alternância política em Angola

Avatar By Redacao Mar 28, 2023


A detenção foi efectuada após um vídeo ter viralizado nas redes sociais, no qual ao jeito de Jonas Savimbi, Nascente Sapalo Santos, mobilizava a população para alternância política, retirando o MPLA do poder.
Um seguidor do líder fundador da UNITA, Jonas Savimbi, encontra-se detido nas celas do Serviço de Investigação Criminal (SIC) em Luanda, acusado de promover actos de rebelião.
A mãe de Nascente Sapalo Santos lamenta a detenção do filho, enquanto a UNITA condena a prisão e, por agora, o SIC mantém-se em silêncio.
A detenção foi efectuada após um vídeo ter viralizado nas redes sociais, no qual ao jeito de Jonas Savimbi, Nascente Sapalo Santos, mobilizava a população para alternância política, retirando o MPLA do poder.
“O MPLA governa mal o país, e tudo aquilo que o Savimbi dizia faz-se sentir nas nossas vidas. É verdade ou não é verdade?” “É verdade…” respondia à população.
Muitos cidadãos acolhiam o discurso de “ressurgimento” de um novo Jonas Savimbi.
Entretanto, incomodados, operativos descaracterizados e sem mandado de captura efectuaram na quinta-feira, 23, a recolha da indumentária e consecutiva prisão de Santos.
Madalena Nambala Sakinó contou à Voz da América a prisão do filho.
“Não saiu ainda. Eles o encontram na rua, pegaram-no, foram à casa, recolheram todas as coisas e o levaram porque estava trajado de indumentária de Jonas Savimbi”, disse Sakinó, quem lamenta que o filho esteja a ser acusado de associação criminosa e de promover actos de rebelião.
O braço juvenil da UNITA, JURA, em comunicado ontem condenou a detenção, enquanto o secretário de Comunicação e Marketing daquele partido mostrou-se solidário com Santos.
“Estamos solidários com a situação do jovem. Ele apenas queria se exprimir e esperamos que os serviços de investigação criminal tenham mais elementos e que não seja apenas pelo traje. Esperamos também que o SIC faça um esclarecimento em torno desta detenção”, afirmou Evaldo Evangelista.
A Voz da América contactou Manuel Alaiwa, porta voz do SIC, mas sem sucesso.
Fontes do Ministério do Interior apontam para um pronunciamento na quarta-feira.
Fonte: VOA