PR João Lourenço nomeia como administrador do Porto de Luanda dirigente que favoreceu multinacional do Dubai em concurso público

Avatar By Redacao Mar 20, 2023


O Presidente da República, João Lourenço, nomeou na semana passada em despacho, o novo Conselho de Administração do Porto de Luanda (PL), onde se destaca a presença de João Gaspar de Sousa Fernandes, como Administrador Executivo da mesma instituição, que Novembro de 2020 facilitou uma multinacional do Dubai num concurso público.

Conforme noticiou na altura o Club-K, o alto funcionário do Ministério dos Transportes foi acusado de ter favorecido a multinacional Dubai Port World no concurso público para gerir o terminal multiuso do Porto de Luanda, na altura, João Gaspar de Sousa Fernandes, ocupava a função de director do Gabinete Jurídico do Ministério dos Transportes e teve a responsabilidade de coordenar a comissão de avaliação do concurso público para a gestão de um dos terminais do Porto de Luanda.
Segundo o portal Club K as fontes denunciaram na ocasião que, o director João Fernandes teria tido antes relações de proximidade com os diferentes concorrentes, dentre eles a própria empresa ICTSI que impugnou os resultados do concurso e remeteu o assunto para o Tribunal Supremo. A empresa Multiparque e outras empresas que também participaram no concurso fizeram a mesma coisa”.
Até a sua nomeação ao cargo de administrador executivo, João Gaspar de Sousa Fernandes era um simples técnico do Ministério dos Transportes, uma vez que, já não era o director do Gabinete Jurídico do referido ministério, após ter sido afastado na sequência da matéria publicada por este portal sobre a facilidade prestada à multinacional Dubai Port Word (DP Word) no concurso público em Novembro 2020.
Depois de ter sido exonerado do Gabinete Jurídico do Ministério dos Transportes (MITRANS), João Gaspar de Sousa Fernandes não se sentiu conformado com a posição de simples técnico ou colaborador de empresa, pelo que decidiu solicitar alguns anos sem salário para cuidar dos seus negócios.
Com a nomeação de Ricardo Daniel Sandão Queirós Viegas de Abreu, pelo Presidente da República, João Lourenço, ao cargo de ministro dos Transportes, João Gaspar Fernandes teve a sorte de ser novamente nomeado meses depois como director do Gabinete Jurídico.
O homem voltou ao Ministério dos Transportes na qualidade de administrador executivo do Porto de Luanda (PL), encarado por muitos funcionários daquela empresa pública com alguma preocupação.
Fontes do Club-K adiantam que, ao assumir as funções de administrador executivo, cuja área de actuação vai ser definida brevemente depois do empossamento previsto para esta segunda ou terça-feira, 21, João Diogo de Sousa Gaspar poderá vingar-se de muita gente com quem, segundo dados “não têm boas relações”.
Depois da tomada de posse, a nova administração do Porto de Luanda vai distribuir as áreas de actuação, mas este portal sabe que, João Fernandes, será responsável pela área Comercial e TICs.
Fonte: Club K