GPL proíbe a venda ambulante na Avenida Luther Rescova, rotunda do Camama e Calemba II

Avatar By Redacao Mar 1, 2023

O Governo Provincial de Luanda (GPL) proibiu, esta terça-feira,27, em reunião ordinária, a venda ambulante e desordenada em toda a extensão da Avenida Sérgio Luther Rescova, rotunda do Camama, Calemba II e quer que os vendedores passam a vender apenas nos mercados oficiais.
A venda ambulante e desordenada nestes locais, têm criado transtornos a circulação rodoviária e a preocupar os automobilistas e populares e esta decisão foi tomada no âmbito do plano de reordenamento do comércio do GPL.
O Novo Jornal sabe que a última vez que estes locais estiveram sem a presença de vendedores ambulantes, com excepção da Avenida Sérgio Luther Rescova, que ainda não existia, foi em 2019, aquando da “operação resgate”.
Na sua IV sessão ordinária, realizada esta terça-feira, o Governo Provincial de Luanda definiu um modelo de referência para a gestão de terrenos, que permite uniformizar os procedimentos para a obtenção de direitos de superfície e proibiu a venda desordenada em toda a extensão da Avenida Sérgio Luther Rescova, com realce para os pontos críticos, como a rotunda do Camama e Calemba II.
O GPL garante, através das administrações municipais, que realiza acções que visam assegurar a realização da venda ambulante conforme a legislação e diz ter disponíveis 85 mil bancadas em 127 mercados, dos 208 que a capital dispõe, para albergar os vendedores. Ainda assim, há mercados com bancadas “desabitadas”, porque, conforme os comerciantes retalhistas, os potenciais clientes preferem as ruas.
A grande preocupação das autoridades, segundo apurou o Novo Jornal, é fazer com que os vendedores ocupem as 127 bancadas que andam desocupadas na capital. O porta-voz do GPL, Wilson dos Santos, disse recentemente ao Novo Jornal que antes foi feito um trabalho de sensibilização e aconselhamento dos vendedores para abandonarem as ruas.
Fonte: Novo Jornal