Mulher acusada pelo patrão de roubar 600 mil kwanzas encontrada morta no interior da cela onde estava detida

Avatar By Redacao Jan 2, 2023
Uma mulher de 39 anos, empregada doméstica, acusada pelo patrão de ter simulado o roubo de 600 mil kwanzas no cartão de crédito do homem a quem prestava serviço, foi esta segunda-feira, 02, encontrada morta no interior da cela da esquadra de Polícia do Roque Santeiro, no distrito urbano do Sambizanga, onde estava detida desde sexta-feira, soube o Novo jornal junto de familiares.
A Polícia Nacional em Luanda ainda não se pronunciou oficialmente sobre o que terá ocorrido com a mulher no interior da cela, mas fontes policiais falam em suicídio, um cenário rejeitado pela família rejeita, que não acredita num suícidio.
Isabel Domingos Malungo, de 39 anos, residente em Cacuaco, trabalhava há meses como doméstica na residência de um cidadão, no Bairro do São Paulo, no distrito urbano do Sambizanga, e, na semana passada, foi orientada pelo padrão para ir ao banco fazer o levantamento de dinheiro para fazer compras.
Segundo os familiares, Isabel Domingos Malungo, após sair do interior de um armazém, foi surpreendida por elementos armados que a levaram até à zona da CUCA, onde foi assaltada e abandonada.
Os familiares contam que a mulher terá informado o patrão sobre o ocorrido, mas este não acreditou na sua versão e levou-a até à Polícia Nacional no Sambizanga, que acabou por detê-la.
“Ela foi assaltada por volta das 10:00 de sexta-feira, dia 30 de Dezembro. Mas o chefe não acreditou e acusou-a de ter simulado o roubo dos valores e levou-a para a esquadra”, contou ao Novo Jornal uma das irmãs da vítima, que esta manhã se dirigiu à esquadra.
Sobre o assunto, o Novo Jornal contactou o porta-voz do Comando Provincial de Luanda da Polícia Nacional, superintendente Nestor Goubel, mas este não se mostrou disponível.
Outra fonte policial confidenciou ao Novo Jornal que a mulher terá praticado o suicídio esta madrugada no interior da cela onde estava detida. O patrão foi chamado à esquadra para prestar esclarecimentos sobre o suposto assalto.
Fonte: Novo Jornal