Soldado Wandalika: Uma jornada de arte e autodescoberta

Avatar By Francisco Muanza Ago 18, 2020
Soldado Wandalika: Uma jornada de arte e autodescoberta

Soldado Wandalika, também conhecido como Ismael Wandalika, compartilhou sua jornada profissional, evolução pessoal, paixão pela arte e os desafios marcantes em entrevista ao Hold on Angola.

Ismael Wandalika se define como um humanista que descobriu Deus e, em seguida, a arte, enfatizando a crença no potencial inato de cada pessoa.. Ele compartilha suas origens humildes, cresceu timidamente, enfrentando desafios e superando o medo para expressar seus pensamentos. Mesmo sem orientação paterna, sua mãe desempenhou um papel crucial em sua educação, alimentando não apenas seu corpo, mas também sua mente.

Ismael Wandalika, poeta, escritor e agente cultural, agora também lidera projetos artísticos e eventos para músicos e compositores, recomendando livros inspiradores na Livraria Germinante.

Também pode ser do seu interesse:

Carreira

Falando sobre sua carreira profissional, Wandalika revela uma ampla experiência em diferentes campos, desde o ensino primário até o comércio e a gestão de projetos. Ismael Wandalika, agora dedicando-se à Contabilidade e Administração em uma universidade renomada, utiliza suas experiências anteriores como trampolim para novos horizontes em sua carreira.

Antes de iniciar sua jornada acadêmica, Wandalika já era um entusiasta incansável da pesquisa e da leitura, imerso no vasto universo da arte. À frente da Livraria Germinante, ele não apenas gerencia o estabelecimento com maestria, mas também persiste em sua busca por expressão artística, nutrindo sua paixão e dando vida às suas inspirações.

Para Wandalika, a arte é uma conexão divina e transcendental, um meio de transmitir mensagens que tocam almas e transformam vidas. Ele destaca a oportunidade de compartilhar sua arte em programas de entretenimento, como no KAIS FM da Emissora Católica de Angola, onde teve a oportunidade de declamar suas obras.

Embora tenha enfrentado dificuldades no início de sua carreira, Wandalika superou a crença de que precisava de patrocínio para progredir. Agora, ele celebra o sucesso, recebendo reconhecimento por suas performances, participando de projetos em diversas rádios e eventos culturais de destaque, como a Trienal de Luanda.

Nas considerações finais, Wandalika expressa gratidão pelo apoio divino, pela equipe do Hold on Angola e pelo convite de Francisco Muanza (Dj Azedon).. Ele encerra com uma reflexão inspiradora, lembrando a importância de amar e valorizar aqueles que nos cercam, pois a vida é efêmera e preciosa.